Translate

domingo, 23 de setembro de 2007

Roberto Albarros lança 3ª. Edição ilustrada do seu livro



No último sábado, 22 de setembro, foi realizado o lançamento da 3ª. Edição do livro A incrível história da cidade dos pergaminhos perdidos, do escritor Roberto Albarros, publicado pela Macro Editora. O evento aconteceu na Livraria Companhia do Saber, localizada na Galeria do edifício Primus, na Praça Jerônimo Monteiro, 25 – loja 4, em Cachoeiro de Itapemirim. Esta terceira edição traz um atrativo especial por ser a primeira edição ilustrada da obra. O lançamento teve apoio da Academia Cachoeirense de Letras e da Gracal Gráfica e Editora. Como se trata de um lançamento estadual, ocorrerá também em Vitória, no próximo dia 6 de outubro(sábado), da 8h às 12h, na Livraria Logus da Praia do Suá, na Av. Leitão da Silva, 303, telefone (27) 3137-2582.

Escrito para todas as idades, o livro apresenta dezenas de personagens hilariantes e ao mesmo tempo pontuados de conhecimentos sobre a “arte de viver” em uma cidade cercada de peripécias, ao mesmo tempo surreal e poética. Com uma prosa leve e repleta de situações enriquecidas por diálogos inusitados, Roan Rosa Machado – personagem-narrador-escritor – nos conta esta fábula de maneira lúdica e sofisticada, levando ao leitor a reflexão sobre vários temas sempre vitais, como ecologia, deveres e direitos, ética e valores. Na pequena Redondel, o leitor irá se deparar com acontecimentos que fazem parte de um cotidiano que precisa ser mudado. Ao tecer suas tramas, Roberto Albarros consegue instigar o interesse do leitor até o final da narrativa, que acaba deixando um gosto de quero mais.

Roberto Albarros nasceu em Muqui-ES, em abril de 1957, e reside em Cachoeiro de Itapemirim desde 1972. É também autor do romance As asas do tempo (2005), entre outras obras ainda inéditas.

Bom, como fui o responsável pelas ilustrações e a capa do livro, fiquei profundamente satisfeito ao vê-lo impresso. Como já havia dito em outra postagem, ilustrar um livro escrito por outra pessoa é uma tarefa que exige conhecimento não só da obra em si como também daquele que a gerou. É necessário criar uma empatia entre escritor e ilustrador. Neste caso específico, a empatia foi tão imediata que cheguei a sentir que o livro também era meu. Esse casamento perfeito influenciou sobremaneira o resultado final, que agora chega ao público do Espírito Santo.



Um comentário:

Anônimo disse...

Bom dia Paulo Araujo

Estava procurando o blog do Paulista mas é outro blog, de músicas.
Mas aproveitei para "fuçar" o seu blog.
Dizem que se palpite fosse bom não seria dado de graça, mas vendo que você é uma pessoa culta, você poderia aproveitar seu espaço para indicar bons livros e incluir links para baixar livros existentes para download.
Pensa que é complicado? Que nada, super fácil, procure o livro em rapidbusca digite e-book e o nome do livro(ex: freakonomics)entra na página e copie o link disponível como desse exemplo: http://rapidshare.de/files/2595596/006073132X.rar.html
Senha: 203.172.134.198:80
Assim você receberá mais visitas. Ah, insira uma caixa de comentários que também é legal, procure em cbox.
Não é virus!! Fique tranquilo.
Tenho um blog chamado: www.avidadesolteiro.blogspot.com
se quiser visita-lo fique a vontade.
Um abraço
Joelson