Translate

terça-feira, 3 de março de 2009

Clássicos cinematográficos


-->
Kandangos City, capital de Kandangos State, 1800 e alguma coisa. Joseph Sarna, ex-pistoleiro e presidente de uma organização governamental do velho oeste americano, leva uma vida pacata cuidando da sua imensa família de latifundiários, donos de meio estado do nordeste dos Estados Unidos. Apesar das centenas de maracutaias, crimes do colete branco, formação de quadrilha, grilagem de terras, publicação e venda ilegal de livros de literatura duvidosa, encontra-se em más condições financeiras. Para dar uma melhorada na situação ele chama seu velho amigo de partido Ned Temer, presidente de um cambalacho conhecido como “Câmara dos Apadrinhados”, para ajudar a sequestrar dois riquinhos das elites de Kandangos City. Graças às influências políticas, os dois conseguem juntar um grupo de pistoleiros para dar cabo do serviço.
Luinácius Kid, xerife de Kandangos, conhecido por seu velho hábito de esvaziar os copos de todos os saloons da cidade, e pelo dedinho esfacelado num tiroteio, vê-se na obrigação de impedir a todo custo a chegada dos pistoleiros. Com isso arranja um baita problema, já que sua especialidade como autoridade maior do pedaço é conciliar os interesses de grupos tão diversos quanto o dos grandes latifundiários, dos líderes do Movimento dos Sem Coletes, dos peles vermelhas convertidos às sacanagens dos homens brancos (e afro-descendentes também, mas por cotas!), dos companheiros do PT (Pistoleiros Totalitários) e das mulheres de vida razoavelmente fácil, instaladas na Dinda´s House. Por isso, é comum ouvi-lo dizer que não viu nada, não sabe de nada, não está envolvido em nada... Tempos atrás, quando começavam a desbravar o oeste, Luinácius Kid e Joseph Sarna tiveram desavenças homéricas, o que não os impediu de tornarem-se grandes aliados no presente. Justamente aí reside o dilema: como se opor ao seu maior aliado político sem perder a popularidade em alta no seu segundo mandato? Para piorar a situação, Luinácius acaba de lançar como sua sucessora Ardilma Russaiev, a mulher forte de Kandangos City, líder das mulheres, digamos assim, fornecedoras da principal diversão masculina da cidade. Ardilma não pretende de forma alguma contrariar seu eleitorado feminino, principalmente depois que uma delas teve o seu rosto marcado a faca por Ned Temer.
Luinácius Kid e Ardilma reúnem-se com o juiz da cidade, What Arso Earp, velho companheiro de juventude de Ardilma, na época em que ela assaltava bancos para ajudar seus compatriotas a derrubar o regime militar de Kandangos State. What Arso aconselha-os a agir com moderação para tentar evitar o confronto. Gostaria de poder ajudá-los, mas está bastante enrascado porque concedeu asilo político a um pistoleiro italiano desafeto de Joseph Sarna, além disso, está comprometido com as moças da Dinda´s House, aquelas responsáveis pela alegria dos marmanjos de Kandangos. De olho no próximo ano eleitoral, Luinácius Kid convence Ardilma a encampar o PAC (Programa de Aumento da Curriola) e, assim, tentar um acordo com Joseph Sarna para evitar o sequestro e a carnificina na cidade. Se tudo der certo, ela poderá ser a nova xerife e ele alçar voo para o governo de Kandangos State.
Chegam os pistoleiros comandados por Joseph Sarna e Ned Temer, dispostos a fazer um serviço rápido, sequestrar os viadinhos, soltar os presos de colete branco do cadeião, tomar todas no saloon só pra sacanear Luinácius Kid e terminar com uma festinha na Dinda´s House. O confronto parece eminente, mas a cidade é fechada para recesso e, na calada da noite, começa o “toma lá, dá cá”. O xerife Luinácius Kid abre a sessão dizendo que nunca na história de Kandangos States and City viu uma negociação tão pacífica e democrática. Joseph Sarna e Ned Temer desistem do sequestro em troca de cargos públicos para todos os pistoleiros que os acompanhavam. What Arso anula todos os processos que corriam na justiça contra os caciques e os pistoleiros, em troca da permanência do asilado italiano que alega nunca ter matado uma mosca. Ardilma e Luinácius Kid conseguem não só o apoio político como financeiro para bancar suas campanhas com o rio de dinheiro que virá com as nomeações para cargos apadrinhados pelo partido de Joseph Sarna e Ned Temer.
Assim, tudo acaba em pizza, servida pelo pistoleiro e pizzaiolo italiano na Dinda´s House, o que, cá pra nós, é um final imensamente frustrante. Ver tudo ser resolvido sem um único tiro, sem sangue de ketchup, sem socos, cabeçadas, bofetões, garrafadas e forca é demais. A crítica especializada afirma que esse foi o motivo principal para o filme não receber nenhuma indicação para o Oscar. O que corre nos bastidores, porém, é que o filme foi interpretado por personagens reais e a Academia de Hollywood, por precaução, evitou que eles comparecessem. Vai que some alguma estatueta!

Nenhum comentário: