Translate

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Manifesto House of Pizzas

House of Pizzas, o blog que está comemorando a incrível marca de mais de 30 dias no ar, reafirma que não é anti nada. Não somos antipetistas como também não somos antitucanos ou anticonrinthianos. Não apostamos no “quanto pior, melhor”, muito menos somos indiferentes aos erros cometidos por partidos que não pertencem à base aliada (porém, rachada) do governo. Nosso lema é: pisou na bola, a gente degola.

Somos a favor da decência, da honestidade e da livre manifestação. Livre manifestação significa que todo cidadão brasileiro tem direito de ir pra rua, bater panelas, tocar businas, independente se é rico, pobre, louro de olhos azuis ou negro de alma branca, beato petista, coxinha ou tropa das elites. Nosso único compromisso é não ter compromisso com nenhuma instituição, corrente ou partido político. Nosso único compromisso é com o bem-estar da sociedade brasileira que não é, nunca foi e nunca será dividida entre “nós” e “eles”.

Diante de tal compromisso, ficamos bastante à vontade para dizer que o fio dental da Jonhson & Jonhson é o pior do mercado simplesmente porque é único que quebra quando vamos limpar nossos dentes, devidamente comprovado por experiência própria e sem rabo preso com nenhuma marca de grife. Jair Bolsonaro não vai deixar de ser Jair Bolsonaro só porque bateu panela contra o programa do PT, assim como Lula não vai deixar de ser Lula só porque não perde a oportunidade de dizer que é o cidadão mais honesto do planeta. Como diz o velho ditado: não basta ser honesto, é preciso parecer honesto, ou então, como diria meu falecido pai: quem tem de dizer se somos honestos são os outros, não nós mesmos.

O que queremos, de fato, é que o povo brasileiro acorde para entender que não precisa ser cabresto de ninguém, que tem capacidade para pensar, se manifestar e influir na vida política brasileira, estar cada vez mais atento para não ser usado como massa de manobra e perceba que o povo não deve ser inimigo do povo e que, mesmo com todas as diferenças de opiniões, temos a capacidade de nos unir para salvar nosso País da roubalheira generalizada que vem nos acompanhando desde que Cabral botou os pés por aqui. Esclarecendo, é óbvio, que estamos falando do Pedro Álvares e não do Sérgio.

Nenhum comentário: